Guia do Doador

Condições básicas para doação:

·        Ter entre 18 e 69 anos

·        Pesar a partir de 57 quilos;

·        Dar intervalo:

– Homens: 60 dias no máximo 4 vezes ao ano;

– Mulheres: 90 dias no máximo 3 vezes. Não estar grávida ou em período 1 ano após parto ou
não estar menstruada;

·        Não ter apresentado gripe ou febre nos últimos 15 dias;

·        Não ter tido Hepatite, Sífilis, Malária (maleita), em qualquer época da vida;

·        Não ter doença de Chagas ou morado em casa onde existe o inseto barbeiro (chupança);

·        Não ser portador de epilepsia.

·        Não ser usuário de drogas;

·        Não ter ingerido álcool abusivamente nas últimas 24 horas;

·        Não ter feito tatuagem por prazo inferior de 1 ano.

 

Deve aguardar para doar sangue: para doar sangue:

·        Que fez algum tipo de manipulação dentária – de 1 a 30 dias;

·        Quem recebeu transfusão de sangue – 1 ano;

·        Piercing, brincos com antissepsia adequada – 3 dias;

·        Tatuagem – 12 meses;

·        Quem estiver com gripe – 7 dias após a cura;

·        Parto ou aborto – 3 meses;

·        Quem foi submetido à cirurgia – de 3 a 12 meses;

·        Dengue – 4 semanas;

·        Dengue hemorrágica – 6 meses;

·        Quem tiver recebido vacinação contra:

– Difteria, tétano, cólera, coqueluche, hepatite A, pneumococo, meningite – 48 horas;

– Hepatite B recombinante – 7 dias;

– Pólio oral (Sabin), febre amarela, caxumba, BCG e sarampo – 3 semanas;

– Gripe, rubéola, varicela – 4 semanas;

– Raiva -12 meses;

·        Quem tiver recebido soro antitetânico – 4 semanas;

·        Quem estiver tomando medicações (trazer sempre o nome do remédio que está sendo tomado).

 

Instruções para doação

O doador deverá apresentar o seu documento de identidade com foto e não estar em jejum. Porém, se isto ocorrer, poderá se alimentar antes da doação no próprio local. Aos FUMANTES é conveniente não fumar no horário que precede a doação e logo após a coleta.

 

Etapas da doação

1º Passo – Recepção e cadastro

·        Apresentação do documento de identidade;

·        Atualização de endereço, telefone, etc.

 

2º Passo – Orientações preliminares ao doador de sangue.

 

3º Passo – Pré-triagem

·        Peso, altura, verificação da pressão arterial, pulso e temperatura;

·        Uma “picadinha” no dedo para verificar se você tem anemia.

 

4º Passo – Entrevista clínica

·        É confidencial e o sigilo é absoluto – a sinceridade nas respostas é fundamental neste processo;

·        Neste passo você assina um Termo de Responsabilidade onde refere ter entendido as informações, respondido com sinceridade ao questionário, concordar com a coleta de sangue e afirma que se houver resultados sorológicos alterados, será chamado pelo serviço para aconselhamento.

 

5º Passo – Coleta de sangue

·        A quantidade coletada é de 450 a 500 ml;

·        Serão 8 ml/Kg para a mulher e 9 ml/Kg para o homem;

·        Também serão coletadas as amostras para os exames sorológicos obrigados por lei e realizados pelo serviço.

 

6º Passo – Lanche

·        É acompanhado por líquidos, para repor o volume retirado na doação. Em casa ou no trabalho o doador deverá ingerir bastante líquido.