Publicações

Esclarecimentos à População de Mogi das Cruzes e Região

Notícia publicada em 5 de janeiro de 2018

Esclarecimentos à População de Mogi das Cruzes e Região

Superlotação da Maternidade e UTI Neonatal

A Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes informa a toda a população de Mogi das Cruzes e região que se encontra com a sua taxa de ocupação completa no Setor de UTI Neonatal e Maternidade, portanto, medidas de contingências estão sendo tomadas, entre elas: restrição temporária no atendimento as gestantes (somente urgências e emergências obstétricas estão sendo atendidas); possível transferência de gestantes de risco e de bebês para outros serviços; notificação das autoridades responsáveis como Secretaria Estadual e Municipal de Saúde, Samu e Cross; adequação de equipamentos e equipe médica, de enfermagem e multiprofissional que possam fazer frente às necessidades do momento; instalação de medidas de apoio do serviço de Controle de infecção Hospitalar para atuação preventiva evitando qualquer complicação decorrente do aumento da demanda e implantação de leitos extras de UTI Neonatal. Esta decisão foi tomada após a constatação de que o serviço de UTI Neonatal e Maternidade estavam com sua capacidade ocupacional, física e operacional esgotadas, visando evitar danos irreparáveis as pacientes que nos procuram e às que já se encontram internadas em nosso serviço.

Reforçamos ainda que a Missão da Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes é promover assistência em saúde humanizada e voltada para a segurança, baseado em valores como ética, comprometimento, valorização da vida e responsabilidade, que o objetivo de nosso trabalho está focado em prestar atendimento em saúde baseado na resolutividade, na segurança do paciente e na melhoria contínua dos atendimentos realizados aqui em nosso Hospital.

A direção e provedoria da Santa Casa de Mogi das Cruzes já encaminharam um projeto para a Prefeitura Municipal de Mogi das Cruzes, que por sua vez, transmitiu ao Governo do Estado quanto a ampliação dos nossos números de Leitos de Maternidade e do Setor de UTI NEO. Estamos todos aguardando uma resposta. Já que a necessidade se faz urgente.

Reiteramos que a Instituição tem contratualizado com o Sistema Único de Saúde, Sus, a realização de 390 partos/mês, porém vem realizando uma média de 450 partos/mês o que impacta diretamente na estrutura física e financeira da Instituição que, mesmo assim, se dedica e se esforça na manutenção do acolhimento das gestantes e nascituros.

HIPERCAP
A Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes, após inúmeras pesquisas e reuniões aderiu a implantação do Certificado de Contribuição HIPERCAP, diretamente fiscalizado e auditado pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) e por empresa de auditoria independente que acompanha presencialmente os sorteios realizados e amplamente divulgados pela mídia.

Os valores arrecadados neste ano de 2017 forão destinados a minimizar o déficit do custeio mensal da Instituição, que impacta diretamente no suporte e assistência aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com as arrecadações a serem geradas no decorrer deste ano de 2018, a Santa Casa pretende fazer investimentos em projetos que permitam melhorias no acolhimento e assistência àqueles que procuram nossos serviços. Todas essas verbas terão a prestação de contas divulgadas à população em geral, através da mídia, demonstrando assim transparência, clareza, divulgação e publicidade sobre a destinação dos recursos recebidos.

A Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes ressalta que está sempre à disposição da população da região de Mogi das Cruzes e Alto Tietê e espera contar com a compreensão e o apoio de todos neste momento.
A DIREÇÃO

Compartilhe: Share on Google+Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someonePrint this page